But with her, I didn’t glance around to see who was staring before I kissed her and held her in my arms. I simply did it. Because it didn’t matter who was looking, for the first time in my life I didn’t care. And that’s how I know she is different.

The greatest gift you can give someone is the space to be his or herself, without the threat of you leaving.

Kai, Lessons in Life #39 (via psych-facts)

(via infiltratedbytoasters)

Love is that condition in which the happiness of another person is essential to your own.

Robert A. Heinlein (via realizes)

(via infiltratedbytoasters)

To The Pines by Kitty & Nathan

(Fonte: color-me-wiccan, via h-o-r-n-g-r-y)

topo-designs:

Topo Designs Klettersack

topo-designs:

Topo Designs Klettersack

(Fonte: ponkeee, via lyshaeskro)

estiferous:

breathingvioletfog:

katepulley:

Anna Aden

they remind me so much of Tarkovsky’s films

wannagohome

(Fonte: foxmouth, via alaska-alaskaa)

with-grace-and-guts:

…{http://bigbearphoto.co/merican-lovebirds}

with-grace-and-guts:

…{http://bigbearphoto.co/merican-lovebirds}

jonahreenders:

Emily//April 11, 2014

(Fonte: jonahreenders.com)

E o amor? você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúmes, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. O amor é uma tentativa eterna.

Clarissa Corrêa     (via promessasvazias)

(Fonte: decifro, via promessasvazias)